Diretrizes para webmasters

Diretrizes para webmasters

Quando seu site estiver pronto:

  • Envie-o ao Google no endereço http://www.google.com/submityourcontent/.
  • Envie um sitemap utilizando o Search Console do Google. O Google utiliza seu sitemap para conseguir informações sobre a estrutura de seu site e aumentar nossa cobertura de suas páginas da Web.
  • Verifique se todos os sites que devem saber sobre suas páginas estão cientes de que seu site está on-line.

Diretrizes de design e conteúdo

  • Crie um site com uma hierarquia clara e links de texto. Cada página deve estar acessível a partir de pelo menos um link de texto estático.
  • Ofereça um Sitemap a seus usuários com links que apontam para as partes importantes de seu site. Se o Sitemap tiver muitos links, convém dividi-lo em várias páginas.
  • Utilize um número adequado de links por página.
  • Crie um site útil, com muitas informações e páginas que descrevam de forma clara e precisa seu conteúdo.
  • Pense nas palavras que os usuários digitariam para encontrar suas páginas e verifique se elas aparecem em seu site.
  • Em vez de imagens, tente usar texto para exibir nomes, conteúdo ou links importantes. O rastreador do Google não reconhece texto contido em imagens. Se você precisa usar imagens no seu conteúdo textual, considere usar o atributoALT para incluir algumas palavras de texto descritivo.
  • Verifique se os elementos <title> e os atributos ALT são descritivos e precisos.
  • Verifique se há links quebrados e corrija o HTML.
  • Se você decidir usar páginas dinâmicas (por exemplo, o URL que contém um caractere “?”), saiba que nem todos os indexadores de mecanismos de pesquisa rastreiam as páginas dinâmicas e estáticas. Isso ajuda a manter os parâmetros curtos e em pequena quantidade.
  • Confira nossas práticas recomendadas para imagens, vídeos e rich snippets.

Diretrizes técnicas

  • Para ajudar o Google a entender melhor os conteúdos do seu site, permita que os recursos, como arquivos CSS e Javascript, sejam rastreados. O sistema de indexação do Google renderiza páginas da Web por meio do HTML de uma página e de seus recursos, como imagens e arquivos CSS e Javascript. Para visualizar os recursos da página que o Googlebot não pode rastrear e para depurar diretivas do seu arquivo robots.txt, use as ferramentas Buscar como o Google e as ferramentas de testes de robots.txt no Search Console.
  • Deixe que os robôs de pesquisa rastreiem seu site sem que códigos de sessão ou argumentos acompanhem suas trajetórias no site. Essas técnicas são úteis para monitorar o comportamento do usuário, mas o padrão de acesso dos robôs é totalmente diferente. Se você usar essas técnicas, a indexação de seu site poderá ser incompleta, já que os robôs talvez não consigam eliminar os URLs que têm aspecto diferente, mas que apontam para a mesma página.
  • Certifique-se de que seu servidor da Web suporta o cabeçalho HTTP If-Modified-Since. Esse recurso permite que o servidor da Web informe ao Google se houve alteração no conteúdo desde o último rastreamento do site. A utilização desse recurso permite economizar na largura de banda e nas despesas gerais.
  • Use o arquivo robots.txt no servidor da Web. Esse arquivo informa aos rastreadores quais diretórios podem ou não ser rastreados. Verifique se ele está disponível no site para que você não bloqueie acidentalmente o rastreador do Googlebot. Acesse http://code.google.com/web/controlcrawlindex/docs/faq.html para saber como instruir robôs quando visitarem seu site. Teste seu arquivo robots.txt para verificar se ele está sendo utilizado corretamente usando a ferramenta de análise de robots.txt disponível no Search Console do Google.
  • Faça um esforço para garantir que os anúncios não interfiram nas classificações dos mecanismos de pesquisa. Por exemplo, os anúncios do Google AdSense e os links da DoubleClick têm rastreamento do arquivo robots.txt bloqueado.
  • Caso sua empresa adquira um sistema de gerenciamento de conteúdo, verifique se o sistema cria páginas e links que podem ser rastreados pelos mecanismos de pesquisa.
  • Use o arquivo robots.txt para evitar o rastreamento de páginas de resultados de pesquisa ou outras páginas geradas automaticamente que não agregam valor aos usuários provenientes de mecanismos de pesquisa.
  • Teste o site para verificar se ele aparece corretamente em navegadores diferentes.
  • Monitore o desempenho do seu site e otimize os tempos de carregamento. A meta do Google é fornecer aos usuários resultados mais relevantes e uma ótima experiência. Sites mais rápidos aumentam a satisfação do usuário e melhoram a qualidade geral da Web (especialmente para os usuários com conexões lentas com a Internet), e esperamos que, à medida que os webmasters aprimoram os seus sites, a velocidade geral da Web melhore.
  • O Google recomenda a todos os webmasters monitorar regularmente o desempenho do site usando o Page Speed, oYSlow, o WebPagetest ou outras ferramentas. Para mais informações, ferramentas e recursos, acesse Let’s Make The Web Faster (somente em inglês).

Diretrizes de qualidade

Essas diretrizes de qualidade tratam das formas mais comuns de comportamento fraudulento ou manipulador, mas o Google pode responder de forma negativa a outras práticas enganosas que não estão listadas aqui. O fato de uma determinada técnica fraudulenta não constar nesta página não significa que ela seja aprovada pelo Google. Os webmasters que se esforçam para manter os princípios básicos proporcionarão uma melhor experiência ao usuário e, consequentemente, terão uma melhor classificação do que aqueles que passam o tempo à procura de brechas que possam explorars.

Se você acredita que outro site está abusando das diretrizes de qualidade do Google, informe-nos preenchendo um relatório de spam. O Google prefere resolver os problemas de forma automatizada e escalonável. Por isso, tentamos minimizar conflitos em relação à luta contra spam. Embora talvez não realizemos ações manuais em resposta a cada denúncia, as denúncias de spam são priorizadas com base no impacto ao usuário e, em alguns casos, pode levar à completa remoção de um site de spam dos resultados de pesquisa do Google. Entretanto, nem todas as ações manuais resultam em remoção. Mesmo nos casos em que tomemos alguma medida contra um site denunciado, os efeitos da ação podem não ser óbvios.

Diretrizes de qualidade: princípios básicos

  • Crie páginas principalmente para os usuários, não para os mecanismos de pesquisa.
  • Não engane seus usuários.
  • Evite truques para melhorar a classificação nos mecanismos de pesquisa. Um bom parâmetro é imaginar se você se sentiria à vontade se tivesse que justificar suas ações para um site concorrente ou a um funcionário do Google. Outro teste útil é perguntar a si mesmo: “Isso ajudará meus usuários? Eu faria isso se os mecanismos de pesquisa não existissem?”
  • Pense sobre o que faz seu site ser especial, valioso cativante. Faça seu site se destacar dos outros sites da mesma área.

Diretrizes de qualidade: diretrizes específicas

Evite as seguintes técnicas:

Siga boas práticas como estas:

  • Monitoramento de seu site para procurar hackers e remover o conteúdo invadido assim que ele aparecer
  • Bloqueio e remoção de spam gerado pelo usuário em seu site

Caso seu site viole uma ou mais dessas diretrizes, o Google poderá executar uma ação manual contra ele. Após solucionar o problema, envie seu site para reconsideração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s