Por que SEO e conteúdo são os melhores investimentos em marketing em 2016

Logo novo

Se a economia não ajuda, as vendas estancam e uma redução do orçamento de propaganda e publicidade é inevitável, o desafio dos empresários e gestores de marketing é fazer a escolha certa. Ou seja, decidir quais as ações são essenciais para manter a empresa “respirando acima da linha da água” e quais devem ser suspensas até se ganhar mais fôlego.

Se esta é a sua situação e você está fazendo seu planejamento para 2016, nossa recomendação em termos de marketing digital é: foco em SEO e conteúdo! As duas são complementares, geram resultados duradouros e tem custo de manutenção bastante acessível. Abaixo seguem mais detalhes sobre os seus benefícios para empresas de qualquer porte ou segmento.

Se não estiver no Google, sua empresa não existe: De acordo com a mais recente pesquisa da Hitwise/Experian, o Google detém 94,3% de participação dos sites de buscas no Brasil. Ou seja, praticamente dez entre dez pessoas que fazem pesquisas na internet usam o Google. Estar bem posicionado nas pesquisas não significa necessariamente vendas diretas, mas é uma referência importante para o seu consumidor ou potencial cliente. Além de relacionar sua marca ao produto/serviço que ele procura, o Google fornece também localização geográfica, horário de funcionamento e até opinião de clientes.

Gerador de tráfego: Por ser a principal referência de pesquisa na internet no Brasil, o Google também é o principal direcionador de tráfego para outros sites. A pesquisa Hitwise/Experian aponta que 34% das visitas de consumidores a lojas de e-commerce são provenientes do site de buscas.

Custo-benefício: Estratégias de marketing digital que aliem a otimização de site (SEO) com campanhas de anúncios PPC (pay per click, como os links patrocinados) sempre alcançam os melhores resultados mas, se a verba de publicidade estiver curta, focar os investimentos em SEO já é suficiente para gerar a melhor relação custo-benefício. O trabalho de otimização geralmente é feito por um valor fixo mensal (fee) e não requer verba de propaganda, que pode variar de acordo com o segmento da empresa e concorrência.

Durabilidade: O Google utiliza mais de 200 regras para posicionar um site em seu sistema de buscas, mas a principal hoje é ter conteúdo relevante para o público. Além das palavras-chave, ajustes de programação e meta-tags, o mais importante é a qualidade da informação (em textos, imagens, fotos, vídeos, infográficos, e-books, comentários, etc.) que a sua empresa fornece. Produzir conteúdo relevante e com frequência para os visitantes, portanto, aumenta as chances de melhorar seu posicionamento nas buscas.
Comparado com o PPC, investir em conteúdo apresenta uma grande vantagem: textos, vídeos, infográficos e outros materiais não “desaparecem” quando o orçamento acaba, como acontece com os anúncios. Eles são permanentes e continuarão a ser consultados, vistos ou baixados enquanto o público (leia-se, seus potenciais clientes) tiver interesse. Pode-se dizer que produzir bom conteúdo nos canais digitais (sites, blog, YouTube, redes sociais) é uma forma de fazer propaganda sem ter custo de mídia.

“Munição”: Além de fortalecer seu site no ranking do Google, produzir conteúdo com frequência também serve de “munição” para outras ações de marketing digital, como campanhas de e-mail marketing ou newsletters, que tenham por objetivo tanto a conversão quanto manter os prospects ou clientes engajados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s