Faz muito sentido para as empresas de e-commerce terceirizarem serviços de otimização de mecanismos de busca (SEO) a empresas especialistas nesse assunto. Afinal, as ferramentas de SEO utilizadas são altamente técnicas e o know-how é bem específico.

O número de empresas que prestam esse serviço teve um aumento de 45% nos últimos anos mas, no entanto, é necessário ter muito cuidado com o tipo de empresas que prometem resultados impressionantes em pouco tempo, contando com a falta de conhecimento dos clientes sobre esse assunto.

Por isso, elaborei um guia com pontos importantes para serem levados em consideração na hora de contratar uma empresa especializada em SEO.

Primeiro sinal: Promessas que são boas demais para ser verdadeSEO Empresas

Tome muito cuidado com empresas que garantem primeira posição no resultado dos buscadores . O próprio Google adverte no seu guia de marketing de busca que ninguém pode garantir primeira posição no buscador. Existem ainda empresas que prometem esse resultado em 30 dias!

As mais sérias do ramo não fazem esse tipo de apelo ou qualquer outra promessa que parece boa demais para ser verdade.

Segundo sinal: Uso de técnicas de “segunda mão”

Para conseguir posicionar o site de uma empresa nas primeiras posições, algumas companhias utilizam técnicas para enganar os mecanismos de busca, práticas não recomendadas pelo Google, que podem afetar, a longo prazo, a sua empresa.

Técnicas “destrutivas” como lotar as páginas com palavras-chave, sem a intenção de criar conteúdo de valor para os usuários ou usar textos “invisíveis” (palavras brancas sobre o fundo branco) são alguns exemplos dessas técnicas de “segunda mão” que podem  resultar em uma penalização e prejudicar a reputação das empresa.

Terceiro sinal: Direcionar tráfego irrelevante para os sites

Uma melhora no posicionamento do site ou aumento do fluxo de visitantes não representam necessariamente o sucesso da estratégia de SEO. Para avaliar se a empresa foi realmente eficaz você precisa verificar quanto, de fato, o trabalho de SEO gerou mais negócios.

Algumas métricas interessantes que deveriam ser levadas em consideração seriam a geração de novos leads, vendas, taxa de conversão e até mesmo o tempo que o usuário gasta no site.

Quarto sinal: Criar conteúdos de baixa qualidade

Quando se trata de SEO, criar conteúdo relevante e útil para os leitores é  essencial para se ter um bom resultado. Algumas consultorias não profissionais podem recomendar algumas práticas como copiar conteúdo de sites bem posicionados, postar comentários falsos de clientes supostamente satisfeitos ou criar conteúdo exclusivamente com palavras–chave repetidas. Especialistas apontam que devemos evitar esse tipo de empresa para o bom andamento dos negócios.

Quinto Sinal: Oferecer um serviço único, sem manutenção

Tenha em mente que o SEO não é um projeto pontual e sim um processo contínuo. O conteúdo deve ser constantemente atualizado e as estratégias modificadas de acordo com a tendência de mercado e métricas de performance. Inclusive, os mecanismos dos buscadores têm seus algoritmos constantemente modificados, gerando flutuações no posicionamento dos sites.

É necessário que a sua empresa tenha um relacionamento de longo prazo, uma boa comunicação e comprometimento com quem presta consultoria em SEO para você.  Se você não estiver conseguindo ter esse tipo de abertura, creio que está na hora de procurar um novo parceiro.

Fonte: Olhar Digital

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s